Ensino a distância é realmente confiável? Entenda aqui!

Fazer um curso superior ou uma pós-graduação são iniciativas muito importantes à vida de qualquer pessoa, pois direcionam sua formação acadêmica para a construção da carreira. A capacitação profissional bem-sucedida em ambos os níveis exige que a modalidade educacional seja escolhida a dedo. Nesse contexto, o ensino a distância consiste em uma alternativa bastante vantajosa, mas nem sempre entendida com clareza.

É comum que a confiabilidade de um curso a distância seja questionada. Isso acontece, em geral, porque as pessoas costumam confundir suas diversas vantagens e benefícios com facilidade e baixo grau de exigência, o que é, na verdade, um mito. Os cursos ofertados nessa modalidade são tão bons quanto os presenciais, tendo, inclusive, muitos diferenciais. Saiba por que você pode — e deve! — fazer um curso a distância.

A modalidade a distância tem a mesma validade que a presencial

Uma pergunta frequentemente feita sobre os cursos a distância é se eles têm a mesma validade que os cursos presenciais. E a resposta é sim. De maneira idêntica aos cursos oferecidos presencialmente, os ofertados a distância seguem diretrizes do Ministério da Educação e são avaliados por ele. Tanto cursos superiores a distância quanto presenciais precisam de autorização, reconhecimento e suficiência de conceito para funcionarem.

A diferença fundamental entre as duas modalidades educacionais está no modo como os processos de ensino e aprendizagem são desenvolvidos. Isso significa que, considerando as especificidades das diferentes instituições educacionais, são trabalhados conteúdos e habilidades profissionais semelhantes nas modalidades presencial e a distância de um mesmo curso.

Outra evidência da validade e qualidade idênticas de cursos nas modalidades a distância e presencial é o próprio diploma expedido pela universidade. Não existe, nesse documento comprobatório, qualquer menção sobre a modalidade em que o curso foi realizado, confirmando que, seja qual for a modalidade, ela diz respeito apenas às metodologias e ferramentas educacionais.

O ensino a distância é personalizado

Diversos estudos da área educacional apontam que as pessoas aprendem de maneiras diferentes. No entanto, um mesmo método é válido para todos: quanto mais personalizado é o processo de ensino-aprendizagem, melhor tende a ser o desempenho do aluno em suas tarefas acadêmicas, já que ele terá à disposição recursos adaptados às suas necessidades. E é exatamente isso que o ensino a distância propicia.

Quando comparado à educação presencial, o ensino a distância proporciona orientação muito mais individualizada aos seus alunos. Isso porque, diferentemente do que ocorre nas salas de aula tradicionais — com grande quantitativo de alunos —, nas plataformas virtuais de aprendizagem, os estudantes recebem direcionamento específico e são acompanhados mais de perto por professores ou tutores.

Esse tipo de abordagem possibilita a otimização do rendimento acadêmico do estudante, que recebe mais atenção docente e pode tirar suas dúvidas e sanar as dificuldades que surgirem de modo constante e com maior eficiência. Além disso, as metodologias aplicadas ao ensino a distância favorecem o desenvolvimento da autonomia, habilidade fundamental para a prática profissional em qualquer área do conhecimento.

A educação a distância oferece flexibilidade

Por mais que, em razão do desconhecimento das características da educação a distância, ainda haja preconceito — infundado, é necessário lembrar! — quanto a essa modalidade de ensino, a maioria das pessoas reconhece o seu mérito relativo à flexibilidade. Assim, não é novidade para ninguém que, em um curso a distância, é possível estruturar a rotina de estudos conforme a disponibilidade de tempo e afazeres cotidianos do aluno.

Mesmo que isso seja senso comum, é preciso ainda enfatizá-lo, uma vez que essa é uma grande vantagem do ensino a distância. Um curso ofertado nessa modalidade tende a adequar-se muito mais à realidade do estudante do que os cursos presenciais, já que é o próprio aluno quem organiza o seu horário de dedicação aos estudos, além de poder optar também pelo local onde as atividades serão realizadas.

Com uma agenda cheia e a impressão de faltarem horas no dia para ser capaz de dar conta das demandas do trabalho e da vida pessoal, se torna cada vez mais difícil conciliar as atividades diárias com os estudos, resultando na relevância da flexibilidade. Por isso, a educação a distância cai como uma luva nessa configuração, permitindo que a pessoa se capacite constantemente e possa ser competitiva no mercado de trabalho.

Cursos a distância são mais baratos

Outro fator que diferencia positivamente os cursos a distância dos cursos oferecidos presencialmente é o valor de suas mensalidades. Por ser uma modalidade educacional que demanda menos gastos com infraestrutura — como energia elétrica, água, aluguel ou compra de imóveis amplos para realizar todas as aulas de forma presencial —, são cobradas taxas com valores menores dos seus alunos.

Ainda que o investimento feito em formação acadêmica seja sempre um ótimo negócio, ninguém quer pagar mais caro por isso, principalmente em tempos de crise financeira. Na modalidade a distância, é possível aliar qualidade educacional com economia, uma combinação perfeita para quem não abre mão da excelência na prestação de serviço, mas exige preços mais justos e compatíveis com o seu bolso.

Além disso, um curso a distância leva ainda a outras formas de economia. Uma vez que não precisa sair diariamente de casa para ir até a instituição de ensino assistir às aulas, o aluno não gasta com o deslocamento até lá e nem com a alimentação, gastos que, colocados na ponta da caneta, fazem muita diferença no fim das contas.

Um curso a distância tem melhor custo-benefício

A educação a distância não é só confiável, já que segue as mesmas diretrizes e tem validade idêntica ao do ensino presencial, como também muito vantajosa, tendo em vista todos os diferenciais que ela apresenta. Tomados em conjunto, os benefícios de um curso a distância — como personalização, flexibilidade e custos mais baixos — tornam essa modalidade bem mais atrativa que a presencial.

É preciso desmistificar a ideia de que o ensino a distância vale menos que a modalidade desenvolvida presencialmente. Muito pelo contrário: na verdade, ele tem bem mais vantagens do que um curso tradicional feito presencialmente, devendo ser uma alternativa considerada na hora da escolha pelo tipo de qualificação a ser realizado por quem deseja crescer na vida profissional.

Quer saber mais? Então, assine a nossa newsletter!

Share This